Kit Receita German Pilsner 20L

Código: VRZJUNV3M
6x de R$ 31,37
R$ 170,00
Comprar agora Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 170,00 sem juros
    • 2x de R$ 88,83
    • 3x de R$ 60,08
    • 4x de R$ 45,72
    • 5x de R$ 37,10
    • 6x de R$ 31,37
  • R$ 170,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Kit com os insumos para produzir 20 litros de German Pilsner.
Cerveja com coloração amarelho palha, leve e refrescante com sabor suave do malte pilsen e o amargor típico do estilo ao final do gole. 

Maltes:  Pilsen Weyermann e CaraPils

Lúpulo: Magnum e Saaz

Levedura: Fermentis W34/70, Fermentis S-23, Angel BF16, German Lager Levteck ou Lallemand Diamond lager

DICA DO CERVEJEIRO:   

DICAS PARA FAZER UMA BOA LAGER/PILSEN E EVITAR OS DEFEITOS COMUNS DO ESTILO:

 

BRASSAGEM:  Normal de uma rampa de 64ºC a 66ºC para que a cerveja fique bem seca, no caso de lagers claras.   

60 Minutos a 65ºC graus é um tiro certo !

 

MASH OUT: Mash Out 10 Minutos a 76ºC  suficiente.   Se vc tem bomba de recirculação vale a pena deixar um pouco mais, sem mexer na cama de grãos, a fim de dar uma filtrada extra para que ela fique bem limpinha. 

FERVURA:   Com 100% ou quase isso de malte Pilsen é bom aumentar o tempo de fervura para ter certeza de se livrar do DME.  75 minutos de fervura vigorosa seria o mínimo.  Se a fervura não for vigorosa, 90 minutos é o indicado.    Por isso, ajustar a quantidade de água para não perder tanto líquido e ganhar OG desnecessária.

PITCH RATE/QUANTIDADE DE LEVEDURA:     As cervejas lager são fermentadas em temperaturas mais baixas e pedem cerca do dobro de células para o serviço que uma Ale normal.   Para os tradicionais 20 litros, dependendo da idade da levedura disponível, é recomendável usar 2 ou mesmo 3 pacotes de levedura.  Usar as calculadoras do Beersmith ou Brewer’s Friend é sempre uma boa.

 

RESFRIAMENTO E INOCULAÇÃO:    Resfriar a uma temperatura abaixo da temperatura de fermentação (exemplo, 10ºC e setar o termostato pra 12ºC) é o melhor dos mundos, mas é simplesmente impossível para nossos sistemas caseiros e até de muitas cervejarias pequenas.

Uma delas é um pré chiller com gelo. Dessa maneira, dependendo do chiller, consegue-se chegar a temperaturas baixas.  Lembre-se:   Gelo no início do resfriamento é desperdício  Aumenta a velocidade inicial, mas você gasta o gelo todo antes de chegar na hora crucial, que é  fazer chegar dos 30ºC até menos de 15ºC.

Se o pré chiller não é uma realidade, existe o método mais fácil, mas que muitas pessoas consideram arriscado:  Resfriar até onde conseguir, jogar o mosto no  balde fermentador, botar na geladeira e inocular quando atingir a temperatura desejada.  Essa maneira é fácil e dispensa maiores explicações.  Mas seguem umas dicas:

  1. É bom ter um segundo balde para jogar o conteúdo do mosto já resfriado de uma vez, visando um splash para oxigenar o mosto pré inoculação.   Se não tiver, dê as tradicionais chacoalhadas mesmo.
  2. A levedura deve ser hidratada antes da inoculação para preservar uma melhor viabilidade.  Só que a temperatura ideal para essa hidratação é maior que os 10 ou 12 que vc atingirá.  Portanto. NÃO jogar a sua levedura hidratada numa água entre 21/27 graus em um mosto que está a 10 ou 12ºC.  Isso fará um choque térmico e matará uma quantidade enorme de leveduras.    Hidrate a levedura em água normal e leve-a para a geladeira, depois de devidamente hidratada e misturada na agua, equilibrando a temperatura da mesma com a do mosto que ela vai fermentar.  Isso é um passo importante. ( A Levteck indica que um máximo de 3 graus de diferença é uma boa prática)

 

FERMENTAÇÃO:    As temperaturas de fermentação variam entre 9ºC a 15ºC graus, sendo o mais comum 12ºC ou 13ºC.

 

Se você seguiu todos os passos anteriores e resfriou sua levedura numa temperatura abaixo da que você planejou para a fermentação, você pode fazer a inoculação e setar seu termostato para a sua temperatura ideal (exemplo 12 ou 13ºC). 

A fermentação se iniciará lentamente e você terá uma leitura de queda de gravidade mais lentamente que o normal das Ale.   Não se desespere porque é o normal.  Temperatura mais baixo = metabolismo mais lento.

 

No caso das lagers é ideal fazer um descanso de diacetil pois com a temperatura mais baixa as moléculas do mosto irão reter o indesejado diacetil entre outros compostos e as lagers, que são cervejas bem neutras deixam os defeitos mais aparentes.   

 

O descanso de diacetil basicamente é um aumento de temperatura para que o processo seja acelerado e esses compostos sejam expulsos e/ou absorvidos pelas leveduras.    

 

O aumento de temperatura pode ser feito, gradativamente, a partir de 50% da fermentação. 

Ou seja, se vc tem um mosto de 1,050 e fez uma cerveja para terminar em 1,010 (diferença de 40 pontos entre 1050 e 1010), sua metade seria no 1,030.

 

Basta seguir um padrão, por exemplo:   Subir 1,5ºC por dia.  Passando de 12ºC para 13,5ºC ao atingir 1,030 e subir para 15ºC no dia seguinte.  Não é necessário subir muito além disso.   Mas algumas pessoas gostam de chegar a 16 ou 17 graus.  Se quiser, vá em frente seguindo o mesmo padrão.

 

Terminada a fermentação quando estabilizada a gravidade, é bom maturar por mais alguns dias em temperatura um pouco mais alta para que os compostos indesejados sejam expurgados ou consumidos pelas leveduras, que ainda estarão trabalhando, embora não esteja mais borbulhando ou descendo a gravidade.

 

O tempo de maturação necessário dependerá do cervejeiro e de seu paladar.  Prove a cerveja todos os dias e veja sua evolução.  Quando achar que está sem nenhum tipo de off flavor, sobretudo aroma de sulfúrico (ovo, peixe, etc) e de amantegado (diacetil), está na hora de lagerizar.

 

Essa parte pode ser feita da maneira ideal, que seria ir baixando cerca de 1ºC por dia, mas que obviamente levaria um tempo enorme para finalizar a cerveja.   Dependendo do seu tempo e paciência, você pode ir descendo 1, 2 ou 3 graus por dia ou botar direto no 0 e fazer seu cold crash o tempo que preferir, a fim de limpar a cerveja.

 

Mais tempo e paciência = cerveja mais redonda.

 

Enviamos a receita junto com os insumos.

Produtos relacionados

6x de R$ 31,37
R$ 170,00
Comprar agora Estoque: Disponível
Sobre a loja

A Malte & Arte surgiu como uma opção no mercado de distribuição de insumos para cerveja, proporcionando aos nossos clientes qualidade, atendimento e compromisso com o que existe de melhor para a produção de cerveja. A Malte & Arte foi projetada estrategicamente com o objetivo de atrair o consumidor cervejeiro. A estrutura da nossa loja ressalta ainda mais os insumos, além dos equipamentos e demais produtos de alto valor agregado, com referências internacionais de qualidade.

Social
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Malte & Arte Insumos de Cerveja Ltda. - CNPJ: 20.968.000/0001-97 © Todos os direitos reservados. 2022